Skip to main content
processo de injeção

Processos de Injeção: conheça mais sobre os Canais de Injeção do modo “frio”.

processo de injeção

Neste novo artigo exclusivo da Piramidal, trataremos apenas dos canais “frios“, ou seja, os canais de distribuição que não têm aquecimento independente dentro do molde.

Antes de tudo, é preciso dizer que a qualidade e/ou produtividade estão relacionados a 3 fatores principais que, muitas vezes, são dependentes um do outro: material, processo e molde.

A facilidade e a forma de enchimento da cavidade pelo material fundido é uma das principais condições necessárias para uma peça injetada de boa qualidade.

Além disso, as dimensões da bucha de injeção e dos canais de distribuição, o seu posicionamento, formato, e principalmente, o tipo de entrada do material na cavidade são sempre fatores predominantes para juntamente com outras características do processo de injeção assegurar um processo adequado.

 

Os fatores-chaves para peças injetadas de qualidade

 

Simetria

Em moldes de múltiplas cavidades, o fator principal para se obter peças injetadas de boa qualidade é a simetria com que o material percorre seu caminho desde a saída do cilindro da injetora até o enchimento da cavidade.

 

Distância percorrida pelo material

As distâncias diferentes percorridas pelo material no enchimento da cavidade vão ocasionar diferenças de pressões internas e de temperaturas, e consequentemente, diferenças de tensões internas nas peças injetadas, que são origem de problemas de aspecto visual, deformação, resistência mecânica entre outros.

 

Projeto do molde

É muito importante a avaliação detalhada do projeto do molde antes da liberação para construção, pois haverá sempre os prós e contras de determinados tipos de canais de injeção e é importante ponderar equilíbrio entre custo e os benefícios técnicos em cada situação.

Teremos casos em que o aumento de custo de construção do molde e da porcentagem de peso do canal sobre a peça injetada não sejam compatíveis com o benefício técnico obtido.

Por outro lado, teremos casos que, sem um custo mais elevado para proporcionar posicionamento das cavidades e canais de distribuição adequados, o produto final não consegue atingir os requisitos técnicos especificados.

Portanto, é pertinente dizer que a grande maioria dos problemas de injeção (peças incompletas, marcas de fluxo, pouco brilho, linhas de junção, empenamento, fragilidade, chupados e marcas prateadas) estão relacionados aos canais de injeção. Por isso, é importante estar atento a esse aspecto fundamental da produção.

 

A Piramidal está do seu lado para fornecer consultoria técnica sobre Processos e Canais de Injeção

No caso de alguma necessidade de suporte técnico, as equipes comerciais da Piramidal estão prontas para encaminhar seu problema ou dúvida para análise de nossa Assistência Técnica, para então poder oferecer o suporte apropriado, inclusive agendando uma visita presencial para prestar o atendimento necessário de forma eficaz!

E não para por aí: preparamos um e-book sobre esse tema, com alguns comparativos de layout de posicionamento das cavidades e canais de distribuição, com comentários que podem servir de referência para avaliar a possibilidade de problemas no projeto de novos moldes, e também uma tabela com resumo dos problemas mais comuns relativos aos Canais de Injeção e as respectivas possíveis soluções, que são válidas para a maioria dos termoplásticos.

Para baixar o e-book gratuitamente, CLIQUE AQUI. E acesse o site da Piramidal para entrar em contato e saber mais sobre Canais de Injeção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


A Piramidal se preocupa com você e sua privacidade

O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Ao navegar pelo site, coletaremos tais informações para utilizá-las com estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

Aceito