Skip to main content

Canudos: uma discussão necessária

As consequências da poluição do meio ambiente são causas de grande preocupação para a humanidade, tanto para a conservação da biodiversidade quanto para o bem-estar de todos os seres vivos. Desta forma, cada vez mais medidas têm sido empregadas para tentar reverter gradativamente todos os danos causados à natureza no último século. Por isso, no artigo de hoje nós vamos abordar um tema que está em bastante evidência nas pautas socioambientais: o consumo de canudos. Continue a leitura e saiba um pouco mais sobre o assunto!

De onde surgiram os canudos?

Os primeiros canudos datam de 3.000 a.C., criados pelas sumérias para evitar os subprodutos sólidos da fermentação da cerveja, que ficavam no fundo do copo. O canudo era basicamente um tubo de ouro enfeitado com pedras preciosas azuis, lembrando as bombas de chimarrão e tererê utilizadas pelos gaúchos.

Séculos depois, com a evolução do mundo e a invenção do plástico, os canudinhos passaram a ser feitos em larga escala com esse tipo de material, que nos últimos anos tornou-se fonte de debates acalorados devido aos muitos anos de consumo e descarte inconscientes, que contribuíram significativamente para a degradação e poluição do meio ambiente.

Canudos de plástico X Consciência ambiental

A caça aos canudos feitos de plástico começou recentemente, logo após a viralização de um vídeo mostrando uma tartaruguinha com um canudo entalado no nariz, evidenciando os danos desse material à vida marinha. A comoção ganhou proporções gigantescas e os canudos plásticos passaram a ser os grandes vilões do meio ambiente.

Mas, quando tratamos da sustentabilidade, será que não há outra alternativa além da extinção desses objetos? Há quem diga que existe sim e nós vamos explicar o que dizem essas pessoas.

 

A reciclagem como meio de diminuir o impacto ambiental

A reciclagem é um conjunto de técnicas de reaproveitamento de materiais descartados que são reintroduzidos no ciclo produtivo, tornando coisas que normalmente virariam lixo em matéria-prima.

Essa forma de reuso tem ganhado forças em todas as vertentes de uma sociedade cada vez mais preocupada com o futuro ambiental. Em se tratando do reaproveitamento dos canudos plásticos, a reciclagem funciona como um filtro para que eles não sejam descartados de qualquer modo, transformando-os em matéria-prima para a fabricação de diversos produtos.

 

O outro lado da moeda

No Brasil, as empresas que produzem canudos defendem que a origem do problema não é a fabricação, mas o descarte inadequado. Sendo assim, o apelo delas fica para a consciência geral da população: trate os resíduos da maneira correta que eles não serão fontes de impactos ambientais.

Outro ponto levantado pela recente campanha contra os canudos é a real utilidade dele. Afinal, a grande maioria das pessoas consegue beber direto no copo sem grandes problemas. Mas os fabricantes lembram, porém, que o objeto é um item de higiene e também é muito importante para quem tem alguma dificuldade motora, como no caso de pessoas acamadas, por exemplo, para as quais os canudos flexíveis são de grande ajuda.

Conclusão

O objetivo desse artigo foi demonstrar outros pontos de vista para que você, leitor, conheça outras alternativas sobre esse assunto, reflita e repense seus hábitos de consumo em prol de um mundo melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *